Buscar

Zema anuncia fim do parcelamento dos salários dos servidores de Minas após cinco anos

Fonte: Itatiaia


Depois de cinco anos e meio, os salários dos servidores públicos de Minas Gerais serão pagos integralmente no quinto dia útil do mês. A informação, antecipada pela jornalista Edilene Lopes, da Rádio Itatiaia, foi confirmada pelo governador do estado, Romeu Zema (Novo). A partir de agosto — vencimentos referentes a julho — o pagamento será em parcela única.


O recurso para o pagamento integral dos servidores veio, além de economias estaduais, da venda da folha de pagamento do estado. A operação foi concretizada nesta sexta-feira, em pregão, modalidade de licitação que tem como característica a agilidade e a economia para a administração pública.


A oferta vencedora foi a do banco Itaú, que ofereceu R$ 2,42 bilhões, 18% a mais do lance mínimo de R$ 2,052 bilhões exigido pelo Estado para concretizar o negócio. O tempo de vigência do contrato é de cinco anos.


À Itatiaia, Zema comemorou: "Eu fico muito satisfeito de termos feito este avanço. Desde o início do nosso governo a prioridade é arrumar a casa, equilibrarmos as contas e agora está aí o fruto do trabalho sério e disciplinado. O funcionalismo púbico do estado vai ter o fim deste pesadelo que durou cinco anos e meio".


O governador também garantiu o pagamento integral até o fim do governo dele. "Esta foi uma grande cautela nossa. O que eu menos quero é anunciar uma coisa que amanhã seja cancelada. Nosso planejamento financeiro indica que até o fim de 2022 o servidor público vai receber o salário dele em todo quinto dia útil do mês seguinte. Se tivermos outro governo [nas eleições de 2022], aí a história é outra. Mas eu garanto até o fim do meu governo", concluiu.