top of page
  • Foto do escritorEquipe de Comunicação CUME

Belo Horizonte - PMMG forma a primeira policial militar piloto de aeronave de asa fixa



Soldado Nascimento - DCO  Extraído: https://www.policiamilitar.mg.gov.br/site/externo/noticias/251924/belo-horizonte---pmmg-forma-a-primeira-policial-militar-piloto-de-aeronave-de-asa-fixa
Soldado Nascimento - DCO Extraído: https://www.policiamilitar.mg.gov.br/site/externo/noticias/251924/belo-horizonte---pmmg-forma-a-primeira-policial-militar-piloto-de-aeronave-de-asa-fixa

Quinta-feira, 23 de fevereiro de 2023 tornou-se um dia histórico para a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), para o Comando de Aviação do Estado (Comave) e para a mulher policial militar dentro da instituição. A 1º tenente Gabriela Emília Soares Lacerda Resende tornou-se a primeira mulher na PM mineira habilitada a pilotar aeronave de asa fixa. A militar ingressou na corporação em fevereiro de 2017 e declarada oficial em 2019. Trabalhou como comandante de setor no 34º BPM, em Belo Horizonte serviu por dois anos como Comando Tático Móvel no 41º BPM, também na capital mineira e desempenhou diversas funções administrativas. Como piloto de asas fixas, a oficial desempenhará diversas atividades dentro do conceito de multimissão do Comave, como transporte de órgãos vitais para transplante, transporte aeromédico, de urnas, de tropa especializada e de autoridades, monitoramento ambiental, combate a incêndios, de vacinas como foi no período inicial da pandemia do Covid-19, transporte de provas para concursos públicos e dentre outras. A tenente Emília esclarece que escolheu a carreira de policial militar pela nobreza da missão. Desde quando cursava a faculdade de Direito, já sabia que queria servir à segurança pública. Escolheu ser oficial da PMMG pelos valores da instituição, pela seriedade e profissionalismo com que a corporação presta o serviço à sociedade mineira. “Ser piloto de avião era um sonho distante, mas a PMMG me possibilitou realizar esse sonho. Prestei um concurso interno, amparado por um edital específico. Eram apenas duas vagas, mas passei pelas etapas de prova teórica, de avaliação médica e psicológica e hoje me orgulho em iniciar essa história seguindo os passos de outras comandantes de aeronaves militares”, frisou a nova piloto de avião do Esquadrão de Asa Fixa da PMMG. De acordo com o comandante de Aviação do Estado, coronel Ricardo Faria, a qualificação da tenente Emília como primeira mulher piloto de avião da Esquadrilha Pégasus é uma vitória para todos os mineiros e policiais militares que têm a missão de servir e proteger a população. “A tenente passou por um rigoroso e complexo treinamento e obteve resultados de alto nível, comprovando sua capacidade técnica e operacional e evidenciando que os céus das nossas Alterosas pertencem também às mulheres. Essa conquista demonstra a força e a leveza da mulher na nossa Instituição e na nossa sociedade”, ressaltou o comandante. O histórico da aviação militar do estado conta com o registro de algumas mulheres como a tenente-coronel Flávia Rosana Munhoz Pereira Santos, pioneira no helicóptero; a tenente-coronel Renata Jeane Paiva Rocha, piloto de helicóptero e comandante da 3ª Base Regional de Aviação do Estado (Brave), em Montes Claros e a major Denisia Ferreira Oliveira também piloto de helicóptero.

Esquadrilha Pégasus do Comave/PMMG O Comave conta com uma frota de sete aeronaves de asas fixas e opera atendendo ao Gabinete Militar do Governador (GMG) e ao Instituto Estadual de Florestas (IEF). Sendo um monoturbina Cessna 210; quatro biturbinas sendo dois King Air C90, um King Air B200, um King Air 300, um King Air 350 e um jato Cessna Citation VII.


Autor: Subten Deiwson Magal

Comentários


bottom of page